A exposição “Ingénua” – Inauguração

A exposição “Ingénua – a partir do processo criativo de Frankelim Vilas Boas” foi inaugurada no sábado
O processo criativo e o “universo ingénuo” de Franklim Vilas Boas, foram o mote e ponto de partida para a reflexão de alguns artistas contemporâneos.
Reis Valdrez, José Nibra e Favela Discos, reinventaram a matéria-prima e o seu propósito, desconstruíram conceitos, e esculpiram existências diferentes.
Há sempre algo de orgânico nas obras que nascem das raízes que o mar e o rio transportam.
Há peças soltas que se encontram pelo caminho, e sincronias harmoniosamente improváveis.
Com curadoria de João Terras, a exposição, que foi inaugurada no sábado dia 29 de Setembro, não foi uma acção isolada, mas o início de um projecto aberto que se irá prolongar no tempo: o processo criativo de “Frankelim Vilas Boas”, assume-se enquanto fio condutor de tanto que ainda há a descobrir.
A exposição está patente no Estaleiro Naval de Esposende /Centro de Atividades Náuticas SABSEG – Forum Esposendense.

 

Leave a Comment