“O nome da colecção, “Depurar o excesso”, tem a ver com a referência ao barroco.
O universo Ana Salazar é muito simples, minimal, com detalhes que fazem toda a diferença, mas de qualquer forma houve uma inspiração nas cores, materiais, na forma…”

Os materiais:
“Renda de lã, veludos, linhos, seda, materiais muito nobres e por outro lado muito ecológicos.”


A ecologia:
“Tenho sempre em conta, já fiz uma campanha para a PETA!”

O processo criativo:
“Inspiro-me sempre no sinal dos tempos, é uma coisa que eu gosto imenso de fazer.”

Fotos: Rui Vasco/ Arquivo ModaLisboa

Leave a Comment