Astrologia e Cosmometria

A astrologia e a cosmometria são dois campos de estudo fascinantes que possuem uma longa história de interação e influência mútua

A Harmonia Cósmica

A astrologia e a cosmometria são dois campos de estudo fascinantes que possuem uma longa história de interação e influência mútua. Enquanto a astrologia se concentra nas influências dos corpos celestes no destino humano, a cosmometria explora as leis da geometria e matemática cósmica. A relação entre estas duas áreas de estudo pode ser observada através de várias tradições, da a Antiguidade até a era moderna.

Na tradição ocidental, tanto a astrologia como a cosmometria desempenharam um papel importante na formação da filosofia natural e da ciência. Na Grécia Antiga, as teorias de Pitágoras sobre a harmonia cósmica influenciaram significativamente a construção de ambas. Acredita-se que a ordem matemática do universo seja a base da harmonia e da beleza, e essa conceção terá influenciado tanto a astronomia quanto a astrologia, disciplinas que acreditam encontrar tanto nas posições planetárias como nas relações entre ambas, a expressão dessa ordem cósmica e matemática.

Ao longo da Idade Média, a astrologia e a cosmometria foram estudadas em conjunto, dentro do contexto da filosofia natural. A cosmometria medieval, focada nas proporções geométricas do universo, foi influenciada pela astrologia, então vista como uma forma de compreender as relações entre os corpos celestes e as suas influências na Terra. Por sua vez, a cosmologia medieval influenciou a astrologia, especialmente em relação às teorias dos elementos e aos conceitos de movimento e mudança.

Na era moderna, a relação entre a astrologia e a cosmometria continua a ser explorada em várias tradições esotéricas e filosóficas. Na astrologia moderna, a cosmometria é considerada uma ferramenta essencial para compreender a dinâmica das posições planetárias e a natureza das influências cósmicas. Muitos astrólogos contemporâneos utilizam conceitos de geometria sagrada e outras ferramentas cosmométricas para entender as relações entre os planetas e as suas influências práticas.

A cosmometria é explorada em várias tradições esotéricas, como a Cabala e a Alquimia, que veem a geometria e a matemática como chaves para a compreensão dos mistérios da existência. Estas tradições utilizam símbolos e imagens geométricas para representar os princípios universais e as relações cósmicas, consideradas as bases da existência e da consciência.

A astrologia e a cosmometria estão intrinsecamente ligadas. Ambas lidam com a ordem e a harmonia do universo e a sua influência na nossa vida. Enquanto a cosmometria estuda as proporções e a geometria, a astrologia estuda a influência cósmica na vida humana.

A cosmometria defende que o universo é regido por leis matemáticas e geométricas precisas, que podem ser aplicadas a todas as coisas, desde a escala atómica à galáctica e, partindo desta perspetiva, investiga as proporções e simetria presentes na natureza, como a conhecida “proporção áurea” e a geometria sagrada.

A astrologia, por sua vez, acredita que estrelas e planetas exercem uma influência direta sobre os seres humanos e investiga de que forma estes corpos celestes se relacionam entre si no mapa natal individual.

Embora a astrologia e a cosmometria possuam abordagens diferentes, partilham vários princípios comuns. Ambas acreditam na existência de uma ordem e harmonia universais, onde as leis cósmicas podem ser aplicadas a todas as coisas, proporcionando um entendimento maior e mais profundo do mundo em que vivemos.

Alguns astrólogos incorporam conceitos de cosmometria nas suas práticas através da utilização da geometria sagrada no desenho de mandalas astrológicas, do estudo de padrões geométricos formados pelos aspetos planetários e em ultima analise, dos próprios aspetos individualmente.

Da mesma forma, muitos cosmometristas consideram a astrologia uma ferramenta valiosa para compreender melhor a ordem e a harmonia do universo, podendo estudar as configurações planetárias em relação a eventos históricos ou fenómenos naturais, em busca de possíveis correlações.

Apesar de se tratarem de disciplinas distintas, a conexão entre a astrologia e a cosmometria é estreita e significativa. Ambas ajudam a compreender a ordem e harmonia do universo, assim como a sua influência nas nossas vidas. Ao trabalhar em conjunto, astrólogos e cosmometristas podem contribuir para a criação de um quadro mais completo e preciso do universo e da sua influência na vida humana.

Deixe um comentário