Helen Rödel destaca-se entre os designers de moda da sua geração pela utilização de técnicas manuais como o crochet e o tricot como suporte das suas criações.

Na sua ainda recente trajetória a designer apresentou-se, em 2009, sob a marca Rödel LA na semana de moda islandesa e já desenvolveu para grandes marcas brasileiras, peças em crochet para as passareles do SPFW e do Fashion Rio.
Sobre o caminho que inicia na moda de autor Helen Rödel reflete : “Pensem no Brasil quando tudo era mata. Sou de ascendência alemã e conheço bem as histórias dos primeiros imigrantes que chegaram aqui e foram engolidos pelo verde e pelo vazio demográfico. Eles abriram picadas nas matas densas e construiram cidades.Vejo assim o trabalho da moda autoral no Brasil, braços fortes, cabeça focada e coração sagrado”.

A escolha da técnica manual, que como conhecemos hoje data do século XVI, tem contribuido para esta aparecer renovada a medida em que Helen propõe a sua visão. Ela aprende com o crochet de ontem mas realiza o crochet de seu tempo, de sua vida e para isso executa um trabalho minucioso em que o acabamento, o perfeito tecimento e a modelagem precisa, que garante modelos sem costuras, se unem à materiais de alta qualidade e designs com conceitos intemporais, resultando em peças valiosas, extremamente delicadas e inovadoras.

Seus crochets exuberantes e luminosos buscam a história e prestam uma homenagem. “Penso que as técnicas manuais são o passado, e agora são o futuro. São artes tradicionais e de infinitas possibilidades para as quais eu oferto a minha visão. Essa fantástica combinação de uma agulha, fios, mãos e mente presente me encanta sobremaneira e meu esforço em renovar a técnica é, além de realização pessoal e crença, uma vontade sincera de que ela se mantenha viva carregando consigo a mudança dos tempos”.

Texto: adaptação http://www.dragaofashion.com.br

Leave a Comment