José António Tenente – Traços de união foi pensado como um jogo de escrita, feito a partir de palavras, ligadas entre si por um discurso na primeira pessoa, a quem por vezes foram colocadas naturalmente algumas perguntas.

Desenhado à volta deste jogo de conceitos e ideias, este livro não quer ser uma biografia, mas tem contudo características biográficas. Não quer ser uma monografia, mas possui características monográficas, por ambicionar descrever um processo de trabalho e um tema: José António Tenente, um homem do nosso tempo, que ama outros tempos, tem um pensamento sobre o trabalho e as linguagens que utiliza no seu desenvolvimento, ao mesmo tempo partilhando várias preocupações com outras pessoas, que não trabalhem em moda ou em vestuário.

Portanto, é aqui que entramos no seu universo, que é o de um urbano, com sentido de profissão, materializada na vida das suas colecções de pronto-a-vestir e colocada ao serviço da nossa sociedade. Outros traços de união ligam uma comunidade de leitores a este criador de moda, e isso, compete-lhe a si descobrir.

Este livro pode abrir-se na perspectiva de consulta, ou pode ler-se como uma história tecida em vários níveis de profundidade, partindo daquele que estabelece as ligações entre o espaço da(s) história(s), da sociedade, e a realidade que é múltipla.”

Cristina L.Duarte

in José António Tenente TRAÇOS DE UNIÃO

Leave a Comment