Os Meus Livros

… A escrita como forma de expressão surgiu cedo, na infância, através de contos de fadas e de fantasia.

O Porto, onde nasci, foi o ponto de partida para um percurso incomum que me levou a percorrer várias regiões de Portugal. Esta experiência um tanto nómada foi o laboratório antropológico necessário e indissociável à construção da minha identidade.
A escrita como forma de expressão surgiu cedo, na infância, através de contos de fadas e de fantasia. Mais tarde, em paralelo com o aprofundar de estudos e pesquisas, fui incluindo também referências simbólicas e mitológicas, metáforas e arquétipos.
A História Oculta das civilizações desaparecidas remetem-me à Criação do Mundo, do Universo e do Ser. Cosmogénese, Antropogénese, a Problemática da Origem enquanto dicotomia e dualidade: visível e invisível, material e subtil – fascinam-me e estão presentes em tudo o que escrevo.